7 de dez de 2018

O Agir de Deus tem sempre um Propósito

“Aquietem-se e saibam que eu sou Deus!
Serei honrado entre todas as nações;
serei honrado no mundo inteiro.”

Salmos 46:10
 
Como é difícil ter um coração aquietado nos dias de hoje, quando as demandas e as responsabilidades são tantas. Quando os conflitos aparecem e a doença se apresenta em momentos menos esperados. Ah, como nosso coração é enganoso, no fundo achamos que temos o controle, e que temos as respostas, a capacidade e as condições para resolver problemas.

O nosso maior desafio como filhos de Deus é por em prática este conselho, esta ordem, “Aquiete-se e saiba que Eu Sou Deus”.  


Na Clinica em Dacar

Esta palavra veio ao meu coração quando soube que a primeira operação de retirada de vesícula não tinha sido um sucesso e que precisaria ser repetido a operação pois o canal do líquido biliar estava com vazamento dentro do ventre. E que um dreno precisava ser colocado e o liquido ser retirado. Recebendo esta noticia, o meu coração se afundou numa profunda preocupação e pensei: E agora Senhor? Tu me das esta palavra, pois não há outra coisa a não ser, aquietar o meu coração e crer que o Senhor é Deus mesmo quando tudo mostra que as coisas podem não melhorar. 


Complicações após a cirurgia
 A operação tinha sido feita e volto do bloco operatório com um quadro ainda pior. Uma infecção generalizada havia se instalado e os antibióticos  não estavam fazendo efeito. Eu ja estava na UTI com semi coma e confusão mental. E foi aí que Deus começou a operar…
Dois médicos missionários ajudaram a Joana, minha esposa. Eles conversando com os médicos da clinica em Dacar onde eu estava internado, para mudar o antibiótico. Eu tinha dado entrada no hospital na segunda feira e na quarta estava na UTI e na quinta a tarde mudaram o antibiótico, na sexta ja estava melhorando da infecção, mas eu precisava ser retirado e colocado numa clinica com maior recursos para estancar a fístula e combater a infecção com mais eficácia. 


Avião usado para transporte de Jeffe

Para a minha retirada foi preciso encontrar um hospital que pudesse fazer estar intervenções e o transporte, pois o hospital estava em Portugal, e o transporte tinha que ser de avião. A empresa que faria o translado pedia 46,000 dólares e precisava ser feito no momento da requisição do serviço. De maneira miraculosa o dinheiro veio dos Estados Unidos emprestado da Missão Novas Tribos, com a qual nós trabalhamos, e no domingo estava saindo para Portugal num avião bimotor alugado e depois preparado para esta viagem sanitária. Agora no Hospital da Luz em Lisboa, fui muito bem atendido, o Presidente do Hospital é amigo de um dos missionários médicos no Senegal, e que foi de grande ajuda para entrada neste hospital, que é particular.

    Depois de 12 dias de internamento neste hospital recebi a alta, foram duas intervenções e sete dias de constante cuidado e luta com a infecção, e os últimos 5 dias de observação e recuperação. 

Jefferson e Joana
 As redes sociais foram usadas pelos irmãos em Cristo e foi de grande utilidade, pois o ocorrido foi divulgado em muitos lugares do mundo, América, Europa, Asia e  Oriente Médio. Vindo ofertas de vários lugares.   
Amados, Deus está agindo, e o propósito: Ensinar a aquietar-nos, confiar nEle, aprender que a igreja de Deus esta além das nossas quatro paredes dentro das nossas denominações, e que Deus é o responsável para que o seu Nome seja honrado entre todas as Nações.

A dívida da Família Cordeiro que era de 65,000 dólares  por causa do transporte e hospital, hoje depois de 4 meses foram todas pagas. Ela foi paga por Deus através de você, meu irmão e irmã em Cristo. Todos nós estamos debaixo desta mesma fé e a qual dela fazemos o nosso chamado, levar a mensagem do Reino até os confins da terra. O nosso muito obrigado.

Daniel e Lucas


Obs: Jefferson e Joana são missionários no Senegal, trabalhando com a plantação de igrejas evangélicas autóctones entre o povo Manjaque. Jefferson chegou no Senegal em 1995 e Joana como esposa, o acompanha desde 2008, onde ela é formada em Enfermegem no Senegal e atua como enfermeira voluntaria num centro de Saúde em Sedhiou, cidade onde moram e atuam. Os seus filhos Daniel e Lucas estudam numa escola em Dacar para filhos de Missionários. Daniel esta no ultimo ano do 2 Grau e Lucas no Segundo Ano do 2 Grau. Eles agradecem pelo carinho e ofertas de cada pessoa e igreja que ofertou para os gastos médicos, cirurgias, e transporte.


Nenhum comentário: